De todas as partes uma se foi
Talvez a mais parte que parte que dói
Não sei se era certo se errei em outro tempo
Mas sei que era cego o veleiro no vento

Voei sem saber se podia pousar
Pousei sem doer e feri sem chorar
Por partes iguais te perdi sem nem ver
De todas as parte é a mim que não vê

Se a sua dor eu não sei descrever
Nem sei se ela é ou se então vai nascer
Mas sei que depois que andar para trás
A parte que dói amanhã não dói mais.

Anúncios